A+ a-
Home > Notícias > Obras e Operações de Trânsito > LAMSA troca aparelhos de apoio da Ponte Oswaldo Cruz

LAMSA troca aparelhos de apoio da Ponte Oswaldo Cruz

Segunda-Feira, 18 de Maio de 2020

Na última semana a LAMSA, uma empresa do grupo Invepar, iniciou a troca dos aparelhos de apoio da Ponte Oswaldo Cruz, que liga a Linha Amarela à Ilha do Fundão, na Maré, lançando uma nova fase na obra de modernização. A operação, chamada de macaqueamento, consiste na utilização de bombas e macacos hidráulicos para elevar a estrutura cerca de 3 cm, permitindo a substituição destes dispositivos de maneira segura para a estrutura e sem riscos para os motoristas e motociclistas que trafegam ali.

A obra foi iniciada em abril do ano passado, a um custo estimado de R$ 15 milhões e duração de 18 meses, e faz parte do programa permanente de manutenção e conservação da Linha Amarela. Nesta etapa, os macacos hidráulicos são encaixados em estruturas metálicas provisórias instaladas nos apoios dos vãos, ao lado das vigas principais da ponte, permitindo que toda a estrutura seja erguida lentamente. As obras são realizadas sem interdições, para que não haja impactos no tráfego, tomando apenas uma faixa de rolamento no sentido Fundão.

Após a intervenção, a ponte terá sua capacidade aumentada e passará a suportar o trem-tipo de 45 toneladas — atendendo ao aumento de demanda de caminhões pesados que seguem para o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Zona Oeste, incrementando a malha logística da capital.

Últimas Notícias