A+ a-
Home > Notícias > Obras e Operações de Trânsito > Lamsa faz monitoramento de encostas na Linha Amarela

Lamsa faz monitoramento de encostas na Linha Amarela

Quarta-Feira, 20 de Maio de 2020

A Lamsa fará nesta semana o monitoramento de encostas, pavimento e sinalização horizontal em toda a Linha Amarela. A ação faz parte do programa permanente de manutenção preventiva da rodovia, que contará também com a revisão dos equipamentos de proteção e segurança, como defensas e alambrados instalados na via expressa.

As ações incluem a instalação de tachas refletivas (“olhos de gato”) num trecho de 3.500 metros nas muretas e pistas nos dois sentidos da rodovia. A concessionária também limpará o leito do Rio Faria até o seu encontro com o Faleiros, e a drenagem no viaduto sobre a Avenida Dom Helder Câmara, na Abolição.

A concessionária também prossegue com as obras de modernização  da Ponte Oswaldo Cruz, que liga a Linha Amarela à Ilha do Fundão, orçadas a um custo estimado de R$ 15 milhões e duração de 18 meses. Após a intervenção, a ponte passará a suportar um trem tipo de 45 toneladas, quase dobrando o limite atual, de 24t, permitindo aumento de demanda de caminhões pesados que seguem para o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Zona Oeste, incrementando a malha de logística da capital. 

Em Jacarepaguá, a Lamsa continua as obras para proteção do maciço rochoso sobre o Túnel Enzo Totis, com a instalação de tirantes metálicos (barras de aço) para reforço de cortinas atirantadas — estruturas de concreto construídas para evitar deslocamentos de massa e deslizamentos de terra — e de redes de proteção na margem da pista em direção à Ilha do Fundão. O investimento é de R$ 3 milhões.

Últimas Notícias