A+ a-
Home > Notícias > Obras e Operações de Trânsito > LAMSA monta esquema para passagem preferencial de motos

LAMSA monta esquema para passagem preferencial de motos

Segunda-Feira, 13 de Agosto de 2018

A LAMSA, concessionária da Linha Amarela, lançou um projeto piloto na expectativa de aumentar a fluidez e de reduzir o tempo de atendimento nas cabines de pedágio. Trata-se da disponibilização de duas cabines para atendimento prioritário de motociclistas. No sentido Centro, a cabine especial para motos é a 13, e, no sentido Barra, a cabine 7. Apesar da preferência para o atendimento de motos, as cabines atenderão também outros veículos.

Para aumentar a agilidade no registro das passagens, cones e sinalização de solo foram colocados no local selecionado para a passagem de motos, evitando a disputa de espaço com carros e com veículos pesados. Anteriormente, a passagem de motos era feita em corredores exclusivos na extremidade direita da pista, local que concentra tráfego intenso de veículos pesados.

Mesmo com a isenção do pedágio para os motociclistas, os operadores das cabines de pedágio precisam registrar a passagem dos veículos para controle interno e para possíveis atendimentos médicos e de reboque. A avaliação de resultados do projeto piloto será o primeiro passo para a criação de cabines exclusivas para motos, pois determinará os parâmetros do modelo definitivo.

Sobre a LAMSA

A LAMSA é a concessionária do grupo Invepar que administra a Linha Amarela, uma das mais importantes vias expressas da cidade do Rio de Janeiro. Sua construção, que completa 20 anos em 2017, marcou a história da cidade pela revitalização de grande parte da Zona Norte e Oeste da cidade, com a chegada de diversos empreendimentos comerciais e residenciais à região. Hoje, nos 17,4km de sua extensão, circulam em média 357 mil veículos, gerando 607 empregos em funções operacionais e administrativas com foco na prestação de serviços aos usuários, segurança viária e desenvolvimento social das comunidades do seu entorno.

 

Últimas Notícias