A+ a-
Home > Notícias > Institucional > Linha Amarela comemora 20 anos

Linha Amarela comemora 20 anos

Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017

 
 
 
A Linha Amarela está comemorando 20 anos e a LAMSA, concessionária que administra a via ao longo de todo este período, testemunha a história de desenvolvimento e integração das áreas por onde passam os seus 17,4 km de extensão. Desde o início da concessão, a empresa vem oferecendo serviços de alto padrão aos seus usuários e destaca-se pelo apoio socioeconômico às comunidades da região.
 “A via impulsionou de forma fundamental o desenvolvimento das Zonas Norte e Oeste e trouxe novos empreendimentos comerciais e residenciais para a área, em especial os 15 bairros que atravessa”, comemora Vinícius Roriz, Diretor da concessionária, referindo-se à Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Água Santa, Encantado, Méier, Engenho de Dentro, Abolição, Pilares, Del Castilho, Inhaúma, Manguinhos, Higienópolis, Bonsucesso, Maré e Fundão. 
Os números atestam: as duas regiões experimentaram incremento populacional expressivo com a construção da Linha Amarela e de toda infraestrutura que ali se instalou desde 1997. Para se ter ideia, as Zonas Norte e Oeste são hoje as mais populosas da cidade, segundo dados recentes do IBGE, com 6.498.837 habitantes, 40% do total do estado. Mas foi a Zona Oeste que mais se beneficiou, já que sua população cresceu mais de 20%, saltando de 1,96 milhão de pessoas em 1996, um ano antes da inauguração da Linha Amarela, para 2,37 milhões de habitantes em 2010, apenas 13 anos após o início de operação da via.
 Além disso, os Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) também cresceram após a construção da Linha Amarela, apontam pesquisas do IBGE e do Instituto Pereira Passos. Na Zona Oeste, a média subiu de 0,745 para 0,801. Já na Zona Norte subiu de 0,765 para 0,818, comparando-se os índices de 1991 e do ano 2000.
 
Inclusão Social e desenvolvimento local 
 Ao longo dos 20 anos, a LAMSA apoiou o desenvolvimento local das comunidades vizinhas à via expressa por meio do investimento em projetos de educação, cultura, esportes e meio ambiente. Mais de 500 mil pessoas foram atendidas por projetos de cinema, fotografia, teatro, dança, literatura, música, meio ambiente, empreendedorismo, artes, esportes, artesanato, educação para o transito, saúde e  voluntariado empresarial.
 
Linha Amarela em números 
A infraestrutura oferecida aos usuários também destaca-se pela qualidade. Ao longo da Linha Amarela existem 16 viadutos e pontes, 59 alças de acesso e saída, 13 passarelas e 3 túneis (Eng. Raymundo de Paula Soares, com 2.187 metros; Geólogo Enzo Totis, com 165 metros; e Eng. Enaldo Cravo Peixoto, com 153 metros e pistas nos dois sentidos).
Para monitorar os 17,4 km da via, a Lamsa mantém um circuito fechado de TV com 57 câmeras, que transmitem imagens 24h para o seu CGT – Centro de Gestão de Tráfego -, além de 70 câmeras para Detecção Automática de Incidentes (DAI), permitindo que socorro mecânico e médico cheguem rapidamente aos usuários.
 A concessionária possui 20 viaturas de socorro e assistência 24 Horas, que ficam posicionadas de acordo com os pontos de maior incidência de ocorrências. São veículos de inspeção e reboque, guinchos leves e pesados, viaturas de combate de incêndio, viaturas de sinalização e ambulâncias avançadas e mistas.

Últimas Notícias