A+ a-
Home > Notícias > Institucional > Linha Amarela será palco de ações de conscientização na Semana Nacional de Trânsito

Linha Amarela será palco de ações de conscientização na Semana Nacional de Trânsito

Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019

A Linha Amarela é palco de uma série de ações na Semana Nacional de Trânsito. Empresa do grupo Invepar responsável pela operação da via expressa, a Lamsa distribuirá adesivos refletivos para motociclistas na praça de pedágio até dia 25 deste mês. A preocupação com o público sobre duas rodas se justifica: segundo a Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT em todo o país, 79% das vítimas de acidentes de trânsito se envolveram em colisões de motos e ciclomotores, em 2018. Ao todo, esses acidentes deixaram 547 pessoas mortas e 7.345 inválidas no estado.

Para ajudar a reduzir essas estatísticas a Lamsa também promoverá apresentações artísticas sobre segurança viária do projeto "De olho na Pista", no próximo dia 25, com artistas abordando motoristas e motociclistas na praça de pedágio. Durante a ação, a dupla Super Placa e Homem-Semáforo fará performances educativas sobre a segurança no trânsito.

Além disso, a Lamsa divulgará mensagens educativas pelo Twitter (@LinhaAmarelaRJ) e pelo Instagram (LinhaAmarelaRJ), e nos painéis de mensagem instalados na via. Também serão distribuídas cartilhas educativas na praça de pedágio.

Dados da Organização Mundial de Saúde mostram que 94% dos acidentes fatais são causados por falha humana. A OMS estima que um aumento de 5% na velocidade média aumente em cerca de 10% as chances de haver uma colisão com feridos, e em 20% a 30% as de resultarem em morte.

Ações como essas e investimentos em melhorias fizeram com que a quantidade de vítimas de acidentes na Linha Amarela caísse 49,3% entre 2010 e 2018 — em consonância com a meta estabelecida pela ONU entre 2011 e 2020. Como resultado, as estatísticas também revelam uma queda de 65% no número de acidentes no mesmo período, caindo de 2.141 para 748.

Dentre os investimentos da empresa, estão a modernização da Ponte Oswaldo Cruz, recapeamento asfáltico, vistorias regulares de pavimento e sistemas de drenagem, automação e sensores de emissão de gás carbônico nos três túneis, iluminação a LED ao longo da rodovia (com mais claridade e visibilidade no ambiente, diminuindo a possibilidade de colisões), pórticos limitadores de altura para evitar acidentes sob os viadutos e passarelas, conservação de encostas e sinalização na pista.

Últimas Notícias