A+ a-
Home > Notícias > Sustentabilidade > Lamsa distribui mil antenas corta-pipa na Linha Amarela

Lamsa distribui mil antenas corta-pipa na Linha Amarela

Terça-Feira, 9 de Junho de 2020

A Lamsa promove a partir desta terça-feira (9) uma ação de conscientização para motociclistas na Linha Amarela, com distribuição e instalação gratuita de mil antenas corta-pipa e mil máscaras de tecido. A ação faz parte da campanha “Equilíbrio & Respeito”, lançada em todo o país pelo grupo Invepar, dentro do programa “Atitude Segura & Gentileza”, com ações educativas voltadas para segurança no trânsito.
 
Durante a mobilização, a Lamsa também fará aferição de temperatura e pressão arterial, e dará informações sobre prevenção contra o coronavírus e direção segura. A ação ocorrerá até sexta-feira (12), das 9h às 12h e das 14h às 17h, na pista em direção à Ilha do Fundão, no recuo próximo ao Túnel da Covanca. Para participar, os motociclistas deverão apresentar carteira de habilitação original. 
 
“Esta campanha foi desenvolvida para promover mais segurança aos motociclistas, já que muitos deles estão na linha de frente na batalha contra o coronavírus, trabalhando como entregadores, por exemplo. Também queremos aproveitar a oportunidade para levar informações sobre saúde e segurança de trânsito, pois eles são os condutores mais expostos a acidentes”, explica a coordenadora de Comunicação e Sustentabilidade da Lamsa, Flavia Siqueira. 
 
Segundo dados das concessionárias, mais de um terço (35%) dos acidentes ocorridos na Linha Amarela neste ano, até maio, envolveu motociclistas. A iniciativa da Lamsa conta com parceria da Campanha Cerol Mata e do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE), da Polícia Militar.
 
 
Redução de acidentes em 65%
 
A importância de campanhas de educação no trânsito é confirmada pelas estatísticas. Em 2019, houve redução de 65% dos acidentes na Linha Amarela em relação à década passada. Além disso, foi registrada queda de cerca de 51% no número de vítimas de acidentes na rodovia, segundo dados do Detran, batendo a meta estabelecida pela ONU para a Década Mundial de Ações para Segurança no Trânsito - 2011/2020. Uma das Metas Globais de Desempenho para a Segurança no Trânsito é a redução pela metade nas mortes e traumatismos causados pelo trânsito, até 2020.
 
A meta da ONU também consta na Agenda 2030, na qual as Nações Unidas fixam os chamados 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) a serem alcançados até o fim da próxima década. Na Linha Amarela, esses resultados se devem à política de investimentos em tecnologia e manutenção preventiva adotada pela Lamsa, concessionária do grupo Invepar responsável pela operação da via expressa. 
 
Desde o início da concessão, em 1997, já foram aplicados R$ 1,2 bilhão em melhorias na estrada. Isso fica literalmente visível na iluminação a LED inaugurada no final de maio nos quatro túneis da via — entre eles, o da Covanca, quinto maior do Brasil, com 2.187 metros de extensão em cada sentido.   

Últimas Notícias